Folhas de Outono (parte II)

– Uma aljava com 20 flechas é suficiente minha querida, além do que, você ainda possui suas habilidades de druída! – Disse com um ar maternal de orgulho para a pupila, que tentava arrumar suas coisas, exasperada no nervosismo da situação.
– Mareth… eu não tenho a mínima chance de vencer! Teria que treinar anos, e ainda assim não sei se chegaria aos pés do guerreiro que é meu pai.
– Sim, indubitavelmente seu pai é o melhor… Mas a auto confiança e a certeza da vitoria são pontos nele que você pode explorar… eu não a colocaria em uma luta na qual não soubesse que haveria uma chance de vitoria.

outono_nekoffee
A duvida ainda era visível nos olhos marejados da garota, agora, longe da multidão não havia mais por que se fazer de forte. Já havia chorado, e só estava ali naquele momento, naquela pequena cabana preparando seus equipamentos para uma luta sem sentido, porque sua mestra a havia lhe repreendido.
– Além do mais, seu pai não sabe das suas habilidades druídicas. O que é outro ponto a seu favor.
Sorriu de forma triste.
– Chega a ser cômico, a filha do rei… ser treinada pelo clã que é contra seu reinado.
Houve uma pausa longa, a qual a garota se arrumava automaticamente, vestindo sua armadura feita da mais pura madeira… ela sabia que um golpe da lâmina da espada de seu pai era suficiente para quebrar aquela armadura em duas… Sabia que a armadura de seu pai era tão resistente que suas flechas, provavelmente não a arranhariam… ainda assim Mareth falava em uma chance de vitoria. Ela seria humilhada perante toda a vila, e se um dia viesse a ser rainha, seria ridicularizada pelo resto de seu reinado.
– E se eu perder… Estará tudo acabado?
Pausa, a mestra olhava ainda de forma maternal, como se olha para uma criança que caiu ao tentar caminhar pela primeira vez e que tinha medo de tentar novamente.

Mareth_nekoffee

Mareth

– Se você tropeçar em uma pedra e cair, ficará caída e desistirá de seguir o seu objetivo? Haverá outras maneiras.
– Se descobrirem que você está me ajudando, o clã dos druídas será banido… ou até pior… por minha causa.
– Nosso clã conseguirá se manter firme. E tenho certeza que depois de completar seu objetivo você voltará para nos ajudar.
A caneleira esquerda havia sido colocada, a última parte de sua armadura… estava pronta, ao menos fisicamente. Pegou seu arco longo e se levantou.
– Essa não será sua arma. – intimou a mais velha, estendendo um arco maior, de cor amarelada e de uma madeira que Loreen não pode reconhecer. – Esse é o caçador relâmpago. Irá te surpreender durante suas batalhas.
A menina pegou na arma como uma criança ao receber um brinquedo novo e ela revelou seu poder soltando pequenos relâmpagos que iam de encontro ao chão.
– Vá… a arena te espera!
Esfregou a mão no rosto limpando as lágrimas e seguiu, vestida de sua mascara de força.
Quando a elfa entrou na arena, folhas de carvalho vermelhas foram jogadas na área descampada, para alertar à entrada da desafiante.
Burburinhos tomaram conta do local, o que eles viam era uma mulher, algo que nunca haviam visto antes na princesa. Achavam que na audiência não se tratava de uma criança mimada e que a história não ia seguir, mas ali… onde não havia mais volta, viam que ela realmente levava aquilo a serio. E era seriedade e imponência o que ela emanava.
Folhas verdes voaram do outro lado do campo, e entrava o campeão. em sua armadura, quase camuflado às folhas de carvalho, com sua lâmina fina, singela e letal. Não estava ali para perder, estava ali para levar sua filha para onde ela não deveria ter saído.
– Última chance de desistir minha querida… – disse alto com um sorriso de vitoria nos lábios, não havia chances de perder, afinal ele era campeão, era rei, era pai.
– Não há mais desistências aqui. Não somos mais pai e filha, somos adversários.

Rei_nekoffee

Anúncios

Sobre vivaubuntu

Muito Software livre e muito RPG XD ( prestem atenção nos meus posts, normalmente tem links que não parecem links e que te levam a informações interessantes... pense como uma aventura de RPG que tem que procurar nos cantos obscuros da Dungeon ;D)
Esta entrada foi publicada em Contos, RPG com as etiquetas , . ligação permanente.

3 respostas a Folhas de Outono (parte II)

  1. OMG.. que fooda q taaaaa! D;

  2. caso o rei perca esse duelo , perderei todo o respeito que tenho por ele.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s