Desvendando os heróis da Disney Comics (vulgo DC)

E mais uma vez aqui temos um post especial encaminhado por leitores, e quem nos prestigiahojé é o Krap (@JoaoBitoru), que também é nosso parceiro de blog com o Já Fui Digno, e sem mais enrolações vamos ao que interessa!

— *–

Mesmo quem não gosta de desenhos e revistas em quadrinho já ouviu falar dos másculos e superpoderosos heróis da Disney (tá, eu to falando dos heróis da DC, mas falar Disney é muito mais divertido). Nesse post falarei da influência que os tais heróis tem na vida de nossas crianças.

Superman 

nekoffee

Cadê? Disseram que a darkroom era aqui...

O homem de aço sempre foi um exemplo de coragem, força, virilidade, dupla personalidade, conflitos pessoais e inconsistência para quem o acompanha em suas diversas aparições nos muitos (todos) meios de comunicação possíveis.

Os frescos que adoram (no sentido religioso da palavra) a cultura estadunidense dizem que o Superman é o herói mais poderoso, mas ele prefere se segurar para acabar não ferindo inocentes, e em alguns casos não ferindo até mesmo o vilão. Os mimimizentos ficam dizendo que ele é um frouxo e bla bla bla. Mas qual o impacto disso na mente volúvel deles que são o futuro do nosso mundo?! Veremos.

Sempre que você ver uma turma de crianças na escola, em boa parte das vezes vai encontrar um que é maior, mais forte e definitivamente mais desengonçado que os outros. Ele pode ou não ser ajustado socialmente e fazer parte do grupo, mas sempre vai ser o grandão que tem que controlar as brincadeiras pra não machucar os menores.

nekoffee

Aff que saco, tenho que salvar essa gente todo dia.

O Superman é isso. É só um cara que não pertence a esse mundo, sem saber o que fazer, com aquela confusão de se deve ser o salvador ou o destruidor da Terra. Ele não é O exemplo a ser seguido em questão de justiça ou de força e eu teria que escrever mil posts pra explicar os motivos de achar isso.

Lanterna Verde

nekoffee

Como vai essa luz?

Grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Já dizia o tio Ben 10 pro nosso amigo Lanterna… ops, confundi.

CORAGEM (não amigos, não estou falando do cão covarde), esse é o tema principal dessa história onde o marca texto verde limão e o amarelo canário se enfrentam a fim de dominar o bloco de notas de Deus. O que diretor, confundi de novo? Droga.

O Lanterna Verde tem potencial para ser um herói muito foda, e não digo que ele não seja, mas convenhamos que ele só tá na liga da justiça por cota para heróis verdes. (Concorreu com o arqueiro verde que perdeu por WO por estar comendo a Canário Negro).

Mas enfim, porque o lanterna verde se tornou um herói? Herdou um anel que tem a energia do universo (cada super herói da Disney Comics tem sua fonte de energia infinita). Mas ele (seja qual for a versão do lanterna, é tudo a mesma história) não consegue controlar o anel nem seu poder e tem que aprender a controlar suas emoções para conseguir liberar isso.

Mas que emoções são essas que ele tem que controlar? Essas emoções são o medo e a coragem. Ele deveria perder o medo de tentar algo novo, medo que ele adquiriu (aqui depende da versão do lanterna, então deixa em branco)… Quando o nosso senhor marcador de texto verde limão consegue domar seus poderes, desenvolve sua criatividade extrema para fazer bugigangas com o novo gadget/anel que ganhou. E é aí que a história fica boa. Aparece o marca texto amarelo canário para brigar.

Quem quiser saber a história que vá ver aquele filme horrível com o ator pornô Ryan Reynolds ou ver os desenhos/quadrinhos. Resumindo, o lanterna verde representa a coragem, a criatividade e tudo o que há de bom. (O elemento X seria o Ryan sem camisa? rs) E o Sinestro representa o medo, e a insegurança do coraçãozinho das pessoas (e ainda se parece com o Ele das PPG).

nekoffee

Hal Jordan é uma bixona, John Stewart é que é badass!

Quanto às crianças, o lanterna verde seria aquele desajustado social medroso que come cola, que tem medo de brincar no balanço e na caixa de areia. É aquele mimadinho que ganha tudo dos pais, mas não sabe o que fazer com aquilo e acaba dando pro Superman da turma proteger ele. Certo dia ele aprende o valor da vida e passa a se arriscar mais, mas o desenvolvimento social das crianças não é o tema do post.

Batman

nekoffee

Faço corda bamba em fio elétrico durante tempestade, vai encarar?

Todo nerd já fez mil teorias sobre o Batman e sua super inteligência e habilidades extra-humanas a ponto de entrar pra liga da justiça só dando rasteira e gancho (malditos strikers). E aquela baboseira sobre ele perder os pais e compensar o medo de ficar sozinho indo morar na Conchinchina pra aprender artes marciais com os macacos mais bem treinados e matar morcegos. Mas a verdadeira história do Batman é que ele é completamente louco.

Post encerrado? Ainda não, vamos com calma aí. O Batman é um menino mimado que caiu num buraco com morcegos, viu os pais morrer e decidiu virar um kick ass. (Quem vier me dizer que o Batman e o Bruce Wayne não são a mesma pessoa quero que se foda, eu vi no SBT, rum) Aí vocês me perguntam: “Qual o problema de ele ser assim, se a maioria dos super heróis não tem motivos REAIS para ser assim?”

Respondo dizendo que o simples fato de ele não ter ganhado poder nenhum já é razão suficiente pra ele ser um bosta. Não no sentido de que ele não mataria todo mundo da liga se ele quisesse. Mas no sentido de que ele é só mais um louco numa fantasia pulando de prédio em prédio com suas teias.

O Batman não fala de superar seus medos ou de ser fodão mesmo sem poderes. O Batman fala que se você for um louco traumatizado e inconsequente você pode virar um dos maiores ídolos dos nerds simplesmente não dando a foda pro que pensam de você. “Mas você não explicou bem porque ele é louco.” E precisa? O cara já enfrentou vilões que batem até no Superman e ele não é louco? “Ah, e aquele papo de coragem só serve pro lanterna verde?” Existem dois tipos de coragem, a de um cara que tem o poder e tem medo de usar, e do que não tem o poder e inventa um pra sair do ‘tédio’.

nekoffee

Com uma fala dessas precisa de legenda?

Pra finalizar, o Batman seria aquele menino da turma que acha que é detetive, policial, dono do parque, líder do grupo, super poderoso e ao mesmo tempo é sozinho e esquisito. O garoto passou ou está passando por algum trauma e compensa achando que pode fazer coisas que ele não pode. IS MADNESS!

Notas finais:

  1. Não quero ofender nenhum fanboy sem senso de humor que ache o texto muito agressivo, mas vá se fuder, escrevo o que quiser. Espero que tenham gostado do post e comentem mesmo que seja pra me xingar e amaldiçoar eternamente. 😀
  2. Qual o lance com as roupas apertadas e as cuecas por cima da calça? (Talvez um tema pra um próximo post. Claro que não)
Anúncios

Sobre Nekoffee

Blog de cultura Nerd/Otaku que vem de forma descontraída trazer informações e também nossa opinião sobre Games, Animes, RPG e afins. Aproveite e tome um cafezinho! xD
Esta entrada foi publicada em Post do Leitor com as etiquetas , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Desvendando os heróis da Disney Comics (vulgo DC)

  1. Eu sempre achei que “Lanterna Verde” é o nome mais imbecil existente para um super herói. Putz, não basta ser uma lanterna, ainda tem que ser VERDE? Fala sériow =P

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s