X-MEN em classe não economica

Muito triste você andar na rua e não ver crianças brincando de x-men, e mais ~triste~ ainda é você ir no cinema e chorar 6 litros de lágrimas solitárias ao ver o “prólogo” de uma das HQs que mais marcou sua vida.

Nekoffee

Um gene recessivo com poderes para chamar de meu..

O filme se passa na década de 60, quando os mutantes ainda eram tão raros quanto gente que atualmente usa maquina de datilografia, por conta de ser filme dos x-men não pode deixar faltar na pauta, temas mamiludos como preconceito, aceitação, ~ursinhos carinhosos~ etc… e tudo com pinceladas de guerra fria feat. Tensão pré Guerra nuclear.

Nekoffee

E não podemos nos esquecer de Emma Frost usando de sua quase nudez para seduzir a todos

A jogada de mostrar ao publico não nerd (e ao mesmo tempo o publico nerd porque não), o Genesis da equipe mais conhecida do mundo, pois quem iria imaginar que o professor Xavier era um xavequeiro doidão? (foi daí que veio o nome Charles Xavier né? –N) e ainda mais com base num enredo onde são explicados vários dos detalhes sobre os personagens, que perpetuam até os dias atuais, como por exemplo, o inicio da sensível relação maniqueísta entre o professor X e Magneto.

Nekoffee

Magneto says: Excuse me, I'm Erik Lehnsherr. Professor X Says: Charles Xavier. Logan Says: Go fuck yourself.

Uma das coisas mais marcantes nesse quinto filme da franquia é a trilha sonora, que com certeza mais uma vez conseguiu ser tão marcante e original quanto todas as outras músicas dos x-men (sabe né, você mal ouve a música tema do antigo desenho, e já sabe do que se trata). A trilha sonora em alguns momentos conseguiu personificar muito bem os personagens, mesclando-se com uma perfeição ALUCINADOOORA exemplo disso é o tema do Magneto, que só de ouvir/assistir aquela cena onde ele levanta um fucking submarino do oceano em meio a um pandemônio louco que acontece ao redor do X-jato… ~ufa perdi o fôlego~ você começa a arrancar lascas da cadeira/sofá ou qualquer lugar onde você esteja sentado, com essa sensação louca de ~Pain and Anger~ sente só aí a tensão da música…

Um ponto fraco na historia, foram alguns mutantes que tinham uns poderes assim tão…. bobinhos e mal explorados, mas deve-se levar em conta a inexperiência do grupo, que diferente dos x-mens “atuais” não possuíam treinamento algum (problema que foi levemente resolvido em alguns momentos do filme).

Nekoffee

A pedidos, Mutant And Proud. #internas #humor

No final das contas é um bom filme, supera expectativas, e pessoalmente acho que foi o melhor dos x-men até agora.

Anúncios

Sobre Tomatekun

Amante de cinema, video-game e cultura relevante, bem como também a irrelevante.
Esta entrada foi publicada em Cinema com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a X-MEN em classe não economica

  1. Honey diz:

    nota seis para seu post

  2. Thallita Belato diz:

    adorei a legenda com o indicativo no final do post =D

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s