Templo Budista em Brasília feat. otakuspowersrevolution a revelação final

Aqui em Brasília, eventos de anime geralmente não são coerentes na questão preço cobrado>> diversão, e sempre no mês de agosto, iniciam-se as festividades no templo budista, que, como todos sabem é uma religião mais oriental que ocidental. Alem das diversas apresentações relacionadas à religião e filosofia budista, o evento compartilha um pouco da cultura japonesa. Ou seja, cultura demasiada estranha……….

Nekoffee

olha como ele parece imaculado e santo de dia s2s2

E é aí que entra a parte divertida e “otaku” da coisa, pois anualmente, o matsuri (estilo de dança criado no Brasil mesmo) do templo budista, anima os corações cansados de tanto pagar 40R$ pra entrar em evento e não fazer nada. No entanto, como o evento acontece gratuitamente, acaba rolando toda uma casta de gente estranha e nada a ver, coisa que em evento otaku não existe. Substitua cosplayers, por mães, Staffs, por moças vestidas de gueixa, e salas de anime por apresentações de Taiko e Judô e você terá a QUERMESSE do templo budista. Mas ainda assim. tem ~japão~ no meio, então tá valendo, para a galero que curte trambolhos otakus *ヮ*

Nekoffee

pessoal dançando tão rapido, que a camera mal pôde detectar seus movimentos

Enfim, posso dividir a galero do templo em várias repartições, com grau hierárquico e todo o resto, começando pelo pessoal do yakisoba, que sai de casa dizendo “ai, sou tão foda e bonito, vou ao templo apenas para comer o tradicional yakisoba” sendo que na verdade é apenas uma forma de ir ver o pessoal todo, pois Amg, vou te dizer, o yakisoba tá caro pra caralho. 

Nekoffee

Panda says: I will rape you while you're sleeping

E então vem o pessoal das banquinhas, que vão comprar camisas, bottons, e toda sorte de coisas que só vendem em eventos de anime, geralmente esse pessoal é otaku e geralmente eles tem o sentimento verdadeiro de templo budista, pois não vão só pra comprar bugigangas. 

Nekoffee

Essas bancas tem um ar de ~tenda dos refugiados no oriente médio~

Chega agora o momento do pessoal que vai por conta do Matsuri, esse pessoal tem grau hierárquico, que vou comentar começando de baixo para cima.

Nekoffee

Sou noob e mereço reconhecimento.

OS NOOBS; nunca dançaram matsuri, nunca viram um otaku na vida, estão maravilhados com toda a tecnologia dancistica e aí inventam de entrar no meio achando que matsuri é fácil. E aí é #caranapoeira para eles, prq todos sabem que matsuri é como montanha russa, no inicio é tenso pra aprender, mas depois que você subiu a montanha toda, é só alegria ~e desespero~. Esse pessoal também dança bon odori, dança da qual nem vou falar no post. Prq “NÉ”

Nekoffee

templo budista para os ~babacas~ é o SAMBODROMO de Brasilia

OS BABACAS; é o pessoal que fica na frente, pagando de nova globeleza, descendo até o chão, requebrando e tentando inventar passos novos para as músicas, coisa que, nas leis matsuristicas não é nem um pouco permitido. Eles acham que todos os admiram e querem ser como eles, os noobs talvez, porem os normais acham eles muito bobões e feios ausoheasoueh.

Nekoffee

A cara que os normais fazem quando veem os babacas exagerando no movimento pélvico de bye bye boy

OS NORMAIS; Sou desses s2. Os normais são aqueles que como na antiga série da globo, apenas estão vivendo o momento, apenas estão se divertindo, não estão nem aí se a música é bye bye boy, e se ela já repetiu 5 vezes na noite, eles só querem é rir com os amigos, enquanto dançam normalmente.

 

 

Agora vem o pessoal quês vai apenas com o intuito de sair de lá, tresloucado, fumado e bebido (se depender, comido tambem). Esse pessoal que sai de casa, e vai no pão de açúcar, faz uma vaquinha e compra 6 litros de cachaça 51, água e Tang, faz aquela caixa d’agua de suco gami e 2 horas depois está batendo na porta do HRAN entre a vida e o coma alcoólico. É um pessoal descontrolado, que após a morte dos points badalados de Brasília (pátio Brasil, vulgo Patemo, e pracinha do extra) tem apenas esse momento para encher a cara e aomilhar os amigos fazendo coisas desagradáveis, como por exemplo, tirar a camisa e rolar na grama como se suas vidas dependessem disso. 

Nekoffee

imagem censurada por conter cenas fortissimas de alcoolismo adolescente e densa fumaça de origem suspeita

E Para fechar com chave de ouro, vem as donas e donos de casa, que moram pelas redondezas, que acham tudo muito interessante, muito novo, muito bizarro e peculiar. Geralmente eles vão, comem seus yakisobas, assistem o matsuri(alguns até se aventuram em se tornar os “noobs”), e falam mal dos bêbados.

Anúncios

Sobre Tomatekun

Amante de cinema, video-game e cultura relevante, bem como também a irrelevante.
Esta entrada foi publicada em Aleatórios com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

13 respostas a Templo Budista em Brasília feat. otakuspowersrevolution a revelação final

  1. vivaubuntu diz:

    TEMPLOOO \O/

  2. PORRA!! NÃO ME ENCAIXO EM NENHUM!! Porque comigo é sempre assim?? D:

  3. aushaushasuihasuhasuhasuahsuahsuashuahs. Siiiiiiiiiiiiim, é desse jeito!!!! xD
    Ri demais, aqui! =P

  4. husuashuhaushuhash lindo poooost miigs!

  5. Simplismente perfeito!!! Sou normal ou globeleza?

  6. “Esse pessoal que sai de casa, e vai no pão de açúcar, faz uma vaquinha e compra 6 litros de cachaça 51, água e Tang, faz aquela caixa d’agua de suco gami e 2 horas depois está batendo na porta do HRAN entre a vida e o coma alcoólico.”
    PROTESTO!
    a vaquinha foii pra coraçau blue U_U

  7. Poxa, em São Luís não tem nada dessas coisas. buaaaaaaaa!

  8. l diz:

    Se você conhece alguém que bebe lá no templo? Poderia pedir para eles pararem? É um lugar sagrado que está aberto ao público apenas para comemoração da quermesse. Uma falta de respeito com a própria religião budista.

    Quer encher a cara? Vai a um boteco.

    • Tomatekun diz:

      a gente do nekoffee, nao apoia a profanação de um local sagrado. Mas é uma maré de gente que vai apenas para isso
      como ficou claro no post, eu pelo menos vou para a quermesse com o intuito de me divertir com meus amigos no matsuri.
      como grande parte das pessoas que vão lá para dançar, adoro a cultura japonesa, e não acho legal que fiquem desfazendo do templo
      mas enfim, fazer o que se vão beber né ¯\_(ツ)_/¯

  9. Thallita Belato diz:

    E da-lhe Brasólia! Um dos poucos eventos que me faz sentir orgulho desse lugar!
    ^^

  10. Aqui em São Luis quando se fala em quermesse só me lembra comidas tipicas nordestinas, barracas de palha, bingo…tudo coisa de velho e beata de igreja. To boiando no assunto quermesse em templo, mais posso afirmar com certeza que eu não dançaria em publico, não importa o quanto de suco gami tenha tomado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s