Crysis DOIS

Antes de mais nada preciso dizer que odeio jogos FPS, e aí pra começar a odisséia de um fim de semana cujo já haviam sido jogados todos os games disponíveis, havia um do qual ainda não tinha dado atenção, prq era uma compra infeliz era um FPS de ALIENS. Tudo bem que em First Person Shooter a única coisa necessária é a carnificina da humanidade e blábláblá, mas quando colocam armas laser, criaturas que deveriam causar medo mas só causam desgosto e capacidades sobrehumanas de suportar balas feat. Pulos grotescos em arranha-céus, tudo perde o sentido e morrer vira algo banal, tirando toda a adrenalina do “AMD ME AJUDA AQUI QUE EU JÁ TROQUEI DES CUECA 6X HOJE”.

Nekoffee

Eu pedi pra ficar parecido com um robô de transformer, mas acabei saindo como um robocop :L

Porem entretanto todavia, crysis 2 conseguiu despertar em mim uma vontade mínima de entender o enredo do jogo, pois, a primeira vista, você interpreta um soldado aleatório, desses que são calouros, (bem parecido com qualquer começo de CoD [se vc n sabe o que é a sigla CoD vc precisa morre]). Daí que uma serie de eventos pornochanchados acontecem, e vc acorda sentado em uma cadeira, com uma armadura estranha, e logo nota que alguns dos sentidos estão claramente apurados e algumas capacidades estão mais desenvolvidas, o que justifica bem os clichês presentes em qualquer FPS, o que com certeza é bem mais condizente com a realidade, afinal um único cara na 2ª guerra mundial como em medal of honor, tocando o terror, levando 13245654 balas nas costas e não morrendo é bem mais mentiroso que um cara com roupa nanotecnologica né?

Nekoffee

Entre o protagonista e os aliens, quase não a diferença na aparencia, quase twins né

Para quem adora realidade em games, eu acredito que esse titulo é uma boa pedida, afinal como já foi dito acima, pra tudo existe uma explicação, mas sempre é algo possível na ~realidade contextual do nosso universo~. Só que, vale ressaltar pontos negativos no jogo, que pra mim foram mais na historia, (algo contraditorio, afinal foi a historia que me chamou a atenção) pois parece ser muito dependente da primeira (não joguei o 1° e nem pretendo jogar) tornando os eventos uma enchição de lingüiça constante, afinal seu único objetivo é obedecer um cientista descolado, do qual parece ser seu boss.. sem contar que o personagem que nos é dado para interpretar é um retardado que só sabe falar grosso.

Aqueles que acham que é só de gráficos que são feitos bons jogos, aqui vai uma img ~inspiradoura~

Anúncios

Sobre Tomatekun

Amante de cinema, video-game e cultura relevante, bem como também a irrelevante.
Esta entrada foi publicada em Jogos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s