The Window, um sistema facinho facinho

Saudações aos leitores!

É fato conhecido que existem dois tipos de RPGistas: os que gostam de rolar dados, e os que não gostam de rolar dados; os que gostam de lutar, e os que gostam de interpretar. E não é que uma sessão de RPG interpretativo não tenha batalhas, é só que elas não acontecem a cada 30 segundos, e são mais ágeis e descritivas (e vamo combinar, rolar todos aqueles dadinhos atrapalha de vez em quando). Há algum tempo eu descobri um sistema que responde às minhas necessidades – a saber, minha “inguinorânssia” matemática para fazer continhas chatas na hora da batalha (blerg!). É “The Window”, sistema livre disponibilizado na internet no site do grupo Methods in the Madness.

http://www.mimgames.com/window/

nekoffee

Opa! Windows errado...

Só para esclarecer: sistema é diferente de cenário. Cenário é o “mundo” em que você joga (Mundo das Trevas, Forgotten Realms, Terra Média, A Casa da Mãe Joana, etc). Sistema é o conjunto de regras que controlam as ações dos personagens no jogo, ele te diz o que você coloca na ficha do personagem, quais dadinhos rolar e quando. Pois bem, o Window é um sistema livre, e pode ser usado em qualquer cenário. É hipersimples, e prima pela interpretação, desenvolvimento do personagem, enredo, etc. Ele é quase teatral. Pra vc ter uma idéia, o mestre é o “narrador”, os jogadores são “atores”, o grupo é o “elenco”, e a campanha é um “livro”, dividido em “capítulos” (as velhas aventuras) e “cenas”.

Bem, o “Window” é baseado em três preceitos simples: 1) “Tudo em um personagem é descrito por adjetivos em vez de números”; 2) “É a responsabilidade do ator representar o seu papel de maneira realística”; 3) “Uma boa história é o principal objetivo”.

Até que faz bastante sentido. A idéia central é que adjetivos dizem muito mais sobre um personagem do que números, porque são aquilo que definem uma pessoa na vida real. Pense bem, você não sai por aí dizendo “aquele cara tem inteligência 1” ou “aquela mulher tem aparência 5”. Você diz “aquele cara é muito burro” ou “aquela mulher é muito gostosa”. Então é exatamente assim que o seu personagem é descrito!

nekoffee

Jessica Rabbit: aparência 5 que nada, eu sou é GOSTOSONA! (d4)

O que mais me atraiu no Window é que não tem quase nenhuma matemática!!! (eu sou muuuito retardada pra cálculo hehehehe). Usa-se 7 tipos de dados (d4, d6, d8, d10, d12, d20, d30). Basicamente, existem características (coisas que todo mundo tem, como saúde, força, percepção…) e habilidades (coisas que as pessoas sabem fazer, como nadar, bordar, atirar uma arma ou resolver uma equação matemática). Quanto melhor você é numa delas, menor é o dado atribuído a ela, e quanto pior você é, maior é o dado. Isso porque quanto menor o número que você tira no dado, maior é o seu sucesso (é muito mais fácil tirar um 1 com um d4 que com um d10, por exemplo). E considerando que a dificuldade média para testes é 6, uma pessoa com habilidades sobre-humanas (d4) nunca terá uma falha. Simples, ne? Além disso, o nível mais baixo (d30) pode valer para qualquer habilidade, mesmo uma que você não possua (não é porque você nunca pilotou um helicóptero que você não pode tentar, não é? … CRASH!!!!!!!!! Ops… Quer dizer, se vc não tem medo de morrer, hehehe).

A liberdade que o jogador tem para descrever e elaborar seu personagem é o mais legal do Window. A ficha desse sistema é diferente de qualquer outro que eu já joguei, é muito divertida e fácil de fazer. Tem a descrição do seu personagem (olhos, cabelos, altura, o que ele veste) o histórico (um resumo breve de quem ele é, profissão/ocupação, interesses, relações) a descrição das suas características, suas habilidades e o que ele carrega sempre com ele. E NADA é descrito com números! TUDO é descrito com frases e adjetivos! Para vocês terem uma idéia, apresento a ficha de um personagem coadjuvante que eu usei há um tempo em um cenário de fantasia, e que mora no meu coração: Kimmo, o anão cervejeiro.

FICHA DE PERSONAGEM

Descrição: Baixinho, mesmo para um anão (90cm). É de meia-idade (200 anos), tem uma barba alourada meio despenteada. É careca, com pequenos olhos azuis e brilhantes, dando-lhe um ar de esperteza. Seu nariz é constantemente avermelhado, tem pernas e braços curtos e peludos, mas bastante fortes, e seu avantajado bucho de cerveja é difícil de ser ignorado, pois mal cabe na sua apertada armadura de aço anão.

Histórico: Kimmo Cervejeiro é um respeitado membro do clã dos Cervejeiros, pois sua cerveja clara e espumante é a mais apreciada por anões e humanos das redondezas. É rabugento e nervosinho, sempre reclama de tudo. Mas quando bebe a sua preciosa cerveja transforma-se em um bonachão, e é sempre o primeiro a puxar canções alegres – para a infelicidade dos demais, pois a sua voz rasgada e desafinada é uma verdadeira tortura. Kimmo é solteiro, e não tem planos de se casar; “mulheres reclamam demais, e atrapalham o meu trabalho”, ele diz. É muito leal ao seu clã, e está sempre pronto a enfrentar a ameaça de monstros e inimigos invasores. Ele insiste em carregar um imenso barril de cerveja com rodinhas para onde quer que for, principalmente para a batalha. E ai dos inimigos que derramarem a sua preciosa cerveja… eles conhecerão a fúria de um baixinho zangado com um machado de dois gumes!

Kimmo tem… força muito boa (d8), agilidade mediana (d12), saúde excelente (d6), inteligência mediana (d12) e percepção boa (d10).

Kimmo é… um excelente cervejeiro (d6); bom em socorrer feridos (d10); razoável empunhando um machado (d12); capaz de sapatear em cima da mesa depois de beber umas cervejas (d20); um péssimo cantor de taverna (d30)

Kimmo carrega… um grande barril de carvalho com rodinhas contendo cerveja anã envelhecida; um machado de dois gumes; pomada, ungüentos e bandagens para socorrer feridos durante a batalha; e um pé de coelho para dar sorte.

nekoffee

Não era bem desse tipo de anão que eu estava falando...

Para os interessados, uma boa notícia: é GRATIS!!! Mas a má notícia: é em ingrêis. Então se você não “spík ingrish” fica difícil. Mas palma palma não priemos cânico! Se houver interessados, eu posso traduzir o texto para português e postar um link para download. Então, alguém se interessa?

Anúncios

Sobre princessamalthea

Fã incondicional de livros e filmes do gênero fantasia. Adora música, livros, cinema, anime/manga e RPG. Nerd assumidíssima! ^_^
Esta entrada foi publicada em RPG com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a The Window, um sistema facinho facinho

  1. Tomatekun diz:

    pra alguem tão mega ultra super blaster preguiçoso em fazer contas e calculos como eu, esse sistema cai como uma luva viu. \o\

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s